You are currently viewing Terapia hormonal: Aliada na reversão do declínio cognitivo

Terapia hormonal: Aliada na reversão do declínio cognitivo

O estrogênio tem um papel significativo na saúde geral do cérebro e na função cognitiva. Nesse sentido, a ligação entre a terapia hormonal e o declínio cognitivo é real.

No corpo da mulher, os hormônios afetam quase tudo o que acontece, desde a função reprodutiva e a libido sexual até o ganho de peso e o humor em geral.

Por isso, não é nenhuma surpresa que a função cognitiva diminua à medida que envelhecemos. 

Reconhecemos o declínio da memória de várias maneiras, como não sermos capazes de nos lembrar de uma lista de compras com a mesma facilidade que antes.

E nesse sentido, a terapia hormonal e o declínio cognitivo apresentam importante ligação na melhoria da qualidade de vida das pessoas.

No artigo abaixo, explico melhor essa ligação, e o papel da terapia hormonal. Boa leitura!

O que é declínio cognitivo?

Conforme você envelhece, é comum esquecer-se de onde colocou as chaves com mais frequência ou não se lembrar dos nomes de pessoas que conhece há anos. 

Embora o esquecimento possa ser uma parte natural do envelhecimento, também pode ser o sinal de um leve comprometimento cognitivo. 

Cerca de 15-20% das pessoas com 65 anos ou mais têm algum tipo de comprometimento cognitivo leve. 

Os sintomas de declínio cognitivo podem permanecer estáveis ​​por anos ou melhorar com o tempo, com pouco impacto em sua vida diária. 

Em alguns casos, no entanto, o comprometimento cognitivo leve pode evoluir para demência ou doença de Alzheimer.

Por exemplo, os sinais de declínio cognitivo podem ser difíceis de detectar quando não têm um impacto significativo em seu funcionamento social regular, vida familiar ou desempenho profissional. 

Na verdade, os sinais podem ser tão sutis que seus amigos e familiares começam a notar mudanças antes de você. Os sinais de que você pode estar enfrentando declínio cognitivo incluem:

  • Esquecer compromissos e datas
  • Esquecer conversas e eventos recentes
  • Sentir-se cada vez mais sobrecarregado por tomar decisões e fazer planos
  • Ter dificuldade em entender direções ou instruções
  • Perder seu senso de direção 
  • Perder a capacidade de organizar tarefas 
  • Tornar-se mais impulsivo

Além disso, muitas pessoas com comprometimento cognitivo leve também apresentam sintomas de depressão e ansiedade, e tornam-se mais irritáveis ​​e facilmente agravadas.

Leia também::: Qual a relação entre depressão e hormônios?

O papel dos hormônios

O hormônio é o hidratante natural das células e células desidratadas são células que não produzem a quantidade de energia suficiente. 

E isso é fundamental para as células do sistema nervoso central. 

Nós só vivemos porque temos hormônios e os hormônios são fundamentais para todas as reações bioquímicas naturais do nosso corpo, inclusive foco, memória e concentração. 

A maioria das pessoas que desenvolvem doenças neurodegenerativas e também Alzheimer, Parkinson e Demência são pessoas de mais idade e isso tem uma ligação direta com deficiência hormonal. 

Terapia hormonal e declínio cognitivo

O sistema endócrino é composto por glândulas que secretam mensageiros químicos conhecidos como hormônios. 

Os hormônios são transportados pela corrente sanguínea para áreas específicas do corpo, incluindo órgãos e tecidos corporais.

Por exemplo, a glândula pineal, o hipotálamo, a hipófise, a tireoide, os ovários e os testículos são algumas das glândulas mais importantes do corpo. Mas cada uma dessas glândulas funciona de várias maneiras exclusivas em áreas específicas.

O hipotálamo conecta esses dois sistemas de comunicação importantes. O hipotálamo é uma minúscula coleção de núcleos responsável por controlar uma quantidade impressionante do comportamento humano.

E o sistema endócrino está diretamente ligado ao sistema nervoso central. Dessa forma, quando o primeiro não está bem, afetará diretamente o segundo, resultando no declínio cognitivo.

Leia também::: Entenda a influência das emoções na saúde

Cuide de você!

É por isso que devemo estar sempre atento aos níveis hormonais do nosso organismo. Portanto, algo que sempre digo é que devemos sempre otimizar os hormônios, para garantir a melhor qualidade de vida, em todos os sentidos.

E quando falamos em qualidade de vida ela não é apenas a ausência de doenças, mas também uma melhora integrada de corpo e mente.

Nesse aspecto, o sistema cognitivo também merece especial atenção e é por isso que o controle hormonal é algo que devemos acompanhar com frequência.

Espero que o artigo sobre terapia hormonal e declínio cognitivo tenha sido útil para você. E para mais dicas e muita informação, siga também meu canal no Youtube!

Deixe um comentário