You are currently viewing Quais são os perigos do açúcar?

Quais são os perigos do açúcar?

O açúcar é uma das substâncias mais consumidas e uma das mais perigosas. Tem gente que se assume completamente viciada em açúcar e realmente são. 

O açúcar age no nosso corpo a proporcionar um vício que torna quase impossível querer parar. A grande questão: você sabe quais são os perigos que você e sua família estão passando ao consumir açúcar?

Aliás, açúcar ocorre naturalmente em todos os alimentos que contêm carboidratos, incluindo frutas, legumes, grãos e laticínios. E só porque algo é “natural”, não significa que seja saudável. 

É sobre esse vilão que falo mais no artigo que preparei abaixo com todo o carinho. Confira!

De onde vem o açúcar

O açúcar já foi uma iguaria, restrita a um punhado de locais tropicais e ilhas onde a cana-de-açúcar crescia. Desde 1800, no entanto, o açúcar tem se infiltrado progressivamente em mais e mais alimentos. 

Hoje é comum que os fabricantes de alimentos aumentem o açúcar para manter o sabor e a textura quando produzem produtos com baixo teor de gordura e sem gordura. 

Aquela bebida chique do seu café provavelmente contém muito mais açúcar do que você esperaria. O mesmo acontece com aquele molho “light” naquela salada “saudável” que você comeu no almoço. 

O que antes era uma substância rara tornou-se quase inescapável. Somando-se aos perigos do açúcar estão os tipos de açúcar usados ​​hoje; muito disso vem na forma de xarope rico em frutose. Há também a sacarose e a glicose, além de existirem mais de 60 tipos de açúcares adicionados.

Leia também::: A sua língua é saudável?

O açúcar no organismo

Quando você come carboidratos — e lembre-se de que todos os grãos, frutas e vegetais são carboidratos — quase todos eles são decompostos em glicose (açúcar simples). 

Esses açúcares simples são enviados para o sangue, aumentando os níveis de açúcar no organismo. 

O corpo responde ao alto nível de açúcar no sangue secretando um hormônio chamado insulina. O trabalho da insulina é conduzir a glicose para dentro das células e converter o excesso de açúcar em gordura. 

Essa gordura se acumula dentro e ao redor de seus órgãos e aparece na parte inferior e na barriga, causando a chamada gordura abdominal. 

Mas mesmo que o açúcar engorde, em vez de se sentir saciado, níveis elevados de insulina desencadeiam mais hormônios que aumentam a fome e aumentam a sensação de prazer dos sabores doces. 

Impactos causados

Ao mesmo tempo, o açúcar ativa os receptores de opiáceos e dopamina no cérebro. Ironicamente, esses são os mesmos produtos químicos “felizes” que nos fazem sentir bem quando saímos com entes queridos e bons amigos. 

Estudos sugerem que toda vez que comemos doces, estamos reforçando os caminhos neurais associados ao vício, fazendo com que o cérebro se torne cada vez mais programado para desejar açúcar. 

É por isso que um dos principais perigos do açúcar é que ele cria um ciclo viciante insalubre como qualquer outra droga. Inclusive, pesquisadores na França determinaram que as recompensas experimentadas pelo cérebro após o consumo de açúcar são ainda “mais gratificantes e atraentes” do que os efeitos da cocaína. 

Essas descobertas também são refletidas em pesquisas com ratos do Connecticut College, mostrando que os biscoitos Oreo ativam mais neurônios no centro de prazer do cérebro do que a cocaína. E sim — os ratos comeriam o recheio primeiro, assim como os humanos.

Leia também::: Benefícios da canela para a saúde

Fonte de doenças

Todo esse açúcar é em grande parte responsável pelo que os médicos chamam de “as doenças da civilização, que incluem:

  • Obesidade
  • Doença cardíaca
  • Hipertensão
  • Diabetes tipo 2 
  • Câncer de células epiteliais
  • Doenças inflamatórias (incluindo doenças autoimunes, distúrbios intestinais, osteoporose, infertilidade e muito mais)

Nós as chamamos de doenças da civilização porque eram virtualmente inexistentes nas sociedades de caçadores-coletores. 

Mas não é coincidência que as dietas das sociedades de caçadores-coletores livres de doenças fossem alimentadas por gorduras animais, extremamente baixas em açúcares naturais e, claro, completamente livres de açúcares processados. 

Fique longe do açúcar

Como viu, o açúcar é um verdadeiro vilão para o nosso organismo e tem poder mais viciante que algumas drogas. E é por isso que devemos nos manter longe desse pó branco!

Por fim, sobre o tema também tive uma conversa super interessante com a Dra Manu Rocha, que rendeu um vídeo para o meu canal do Youtube. Para assisti-lo, basta clicar no link abaixo!