Como os fitoterápicos ajudam na imunidade

Como os fitoterápicos ajudam na imunidade

O uso de fitoterápicos e imunidade são velhos conhecidos da medicina Ayurveda. A imunidade forte desempenha um papel vital em manter os vírus e bactérias causadores de doenças longe de você e reduzir o risco de adoecer. 

Pessoas com imunidade comprometida geralmente ficam doentes e até mesmo seus sintomas são mais graves em comparação com outros. Existem diferentes maneiras de melhorar seu sistema imunológico, tornando seu corpo pronto para lutar contra quaisquer patógenos estranhos. 

Você pode fazer isso fazendo algumas mudanças no estilo de vida ou incluindo alguns alimentos que aumentam a imunidade em sua dieta. Por exemplo, muitos fitoterápicos são antagônicos aos patógenos, o que significa que lutam ativamente contra microorganismos como vírus e bactérias. 

E não são apenas os especialistas no campo da medicina tradicional que dizem que as ervas têm esses poderes de aumento do sistema imunológico. Há diversos estudos que comprovam seus benefícios.

E é sobre alguns deles que falo abaixo. Vamos conferir?

Ayurveda e imunidade

Esta antiga ciência médica afirmou há muito tempo que os extratos de plantas podem fazer muito para fortalecer o corpo. De acordo com o Ayurveda, nosso corpo pode resistir a infecções somente quando todas as sete camadas de seus tecidos (Rasa, Mamsa, Rakta, Medha, Majja, Asthi e Shukra ) são fortes. Quando as sete camadas estão trabalhando juntas, nossa imunidade aumenta.

E o que as camadas precisam para permanecer saudáveis? Ojas. É uma essência sutil e invisível dos tecidos do seu corpo que o mantém saudável. O Ayurveda explica que certas plantas e produtos vegetais podem formar ojas para fortalecer nossa imunidade.

Gengibre

Sim, o gengibre acalma dores de estômago, mas também é ótimo para aumentar sua imunidade geral durante a temporada de resfriados e gripes.

Esta planta versátil (que tem se mostrado antimicrobiana, antibiótica e anti-inflamatória) empresta seu poder natural para muitos usos diferentes. 

É muito seguro quando usado na culinária e em remédios, mas as grávidas não devem ingerir mais do que 2 gramas de gengibre seco por dia.

Alho

Os poderes do alho vão muito além de tornar a comida saborosa. Acredita-se que estimule o sistema imunológico e aumente a eficácia dos glóbulos brancos, embora os estudos sejam inconclusivos.

O alho é realmente fácil de usar — coma-o todos os dias para se sentir melhor. Aumente a ingestão de alho quando estiver realmente doente também. Por exemplo, faça uma sopa, coma alguns dentes de alho crus, asse um bulbo de alho ou coloque-o em um pote de mel e deixe descansar por algumas semanas para infundir.

Doses dietéticas de alho são bastante seguras. Seria difícil tomar o suficiente para prejudicá-lo, mas se você estiver tomando medicamentos anticoagulantes, seja cauteloso.

Ginseng

De acordo com um estudo, esta erva fortalece o eixo HHA — o eixo hipotálamo, hipófise e adrenal — que é responsável por regular a resposta do sistema imunológico ao estresse

O estresse crônico ou grave pode enfraquecer o sistema imunológico. Por isso é importante que você tenha um eixo HHA forte para ajudar a controlar o efeito do estresse no sistema imunológico. Ao fortalecer o eixo, você está fortalecendo o sistema imunológico. 

O ginseng também pode manter o sistema imunológico equilibrado, regulando vários tipos de células imunológicas — incluindo células T, células B, células assassinas naturais e macrófagos — que identificam ameaças ao corpo e as combatem. 

Há até evidências de que o ginseng pode combater o Influenza A em camundongos, embora a pesquisa em humanos seja necessária. 

Leia também::: Qual é a diferença entre envelhecer e ficar velho?

Açafrão

Toda vez que sua avó dizia que você precisa consumir cúrcuma para sua saúde, ela estava certa. A cúrcuma contém curcumina – um fitoquímico que pode remover toxinas do corpo e fortalecer o sistema imunológico para combater germes e bactérias.

Para isso, adicione uma pitada extra de cúrcuma às suas refeições e veja como esse fitoterápico e imunidade andam juntas.

Sementes de chia

As pequenas sementes de chia são ricas em antioxidantes e ácidos graxos ômega-3, o que é benéfico para aumentar a imunidade. Mas também reduz a inflamação e regula as respostas inflamatórias no corpo. Você pode fazer pudim de sementes de chia para aumentar a ingestão.

Canela

A canela também tem sido usada por suas propriedades medicinais há milhares de anos. Por exemplo, ele combate a inflamação, evita infecções e cura tecidos danificados. Além disso, a canela é rica em antioxidantes que aumentam o sistema imunológico, têm efeitos antidiabéticos e até ajudam a reduzir o risco de doenças cardíacas.

Você também pode gostar::: Quais alimentos evitar no café da manhã?

Fitoterápicos e imunidade

Antes de começar a tomar qualquer um desses fitoterápicos, você deve consultar seu médico. Faça isso para se certificar de que elas não irão interagir negativamente com quaisquer medicamentos que você esteja tomando. 

Você também deve ter certeza de obter um diagnóstico preciso se estiver doente. Vale a pena visitar um médico para ver quais tratamentos eles recomendam antes de tentar remédios à base de ervas. 

De qualquer forma, o uso de fitoterápicos ajudam na imunidade e permitem que você tenha uma melhor qualidade de vida. E afinal, quem não gosta de um chá, não é verdade? Melhor ainda quando ele é uma aliado da saúde.

Espero que tenha gostado do artigo sobre fitoterápicos e imunidade. Por isso, já indico também a leitura do meu e-book sobre os efeitos do colesterol em nosso organismo. Esse estudo traz várias informações que podem ser uteis para você. É só clicar no botão abaixo e acessá-lo agora mesmo.

Deixe uma resposta