You are currently viewing Qual a diferença entre fome e vontade de comer?

Qual a diferença entre fome e vontade de comer?

Na alimentação, é comum se achar que fome e vontade de comer são a mesma coisa. E não são! Ao contrário, são situações bastante diferentes e estar atenta a isso pode fazer uma grande diferença no seu organismo.

Ao compreender a fome versus o apetite, você pode começar a se sintonizar com os sinais de fome e saciedade.

Na alimentação, é comum esses dois termos serem confundidos motivados por fatores externos, como a propaganda e a cultura. 

Porém, ao entrar em sintonia com seu corpo, você saberá reconhecer os sinais de quando estiver com fome, e quando seu corpo já estiver saciado.

Sobre esse tema tão importante da alimentação, e que pode fazer a diferença na sua vida, preparei o artigo abaixo com as diferenças entre fome e vontade de comer. Confira!

O que é a fome?

A fome é a necessidade fisiológica do corpo por comida e é a maneira que o corpo tem de dizer que você precisa comer. 

Quando os níveis de glicose no sangue caem abaixo de um determinado nível e seu estômago está vazio, um hormônio chamado grelina é liberado pelas células do trato gastrointestinal.

A grelina envia mensagens ao cérebro para aumentar a secreção de ácido gástrico e a motilidade GI para preparar o corpo para se alimentar. 

Aí é comum ouvir e sentir alguns sinais, como o estômago roncando, por exemplo.

A grelina também desempenha um papel na percepção da recompensa no cérebro. 

Mas como precisamos comer para sobreviver, para manter essa necessidade homeostática, os humanos evoluíram para tornar a alimentação prazerosa. Pode ser por isso que tantos de nós gostamos de comer.

A liberação de grelina para quando o estômago se distende (quando está cheio de comida) e diz ao cérebro que você não está mais com fome.

Leia também::: Você sabe o que são disruptores endócrinos?

E o que é vontade de comer?

A vontade de comer é o desejo de comer como resultado de estímulos externos e não necessariamente devido a uma necessidade psicológica de comer. 

Ver, cheirar ou pensar sobre comida pode ser uma causa para o desenvolvimento do apetite e da vontade de comer. E é por isso que acabamos influenciados pelas propagandas de comida, querendo comer determinado alimento, mesmo sem ter fome.

Aliás, quando temos fome, nosso corpo não pede o macarrão, o bolo de chocolate, a fritura. Ele pede o alimento que nutra seu corpo. Nós que optamos por algo nem sempre saudável.

O impacto na alimentação

Mais uma vez, a fome significa manter a homeostase e fornecer combustível ao corpo para manter as funções corporais, como pensar, digerir alimentos e respirar.

Mas também para viver sua melhor vida e realizar atividades como caminhar, falar no telefone, navegar nas redes sociais e fazendo exercícios.

A principal diferença entre fome e vontade de comer é o impulso psicológico para que os alimentos mantenham a homeostase. 

A fome é uma necessidade biológica de comer. O vontade de comer é um desejo criado pelo seu ambiente.

Por exemplo, uma maneira de descobrir se você está com fome ou apenas tem vontade por comida é considerar se você comeria um alimento pelo qual não se sente animado.

Por exemplo, você trocaria o pedaço de pizza por alguma fruta? Se a resposta é sim, é porque você está com fome.

Leia também::: Como manter a saúde intestinal de forma natural?

Tenha uma relação saudável com seu corpo

Parte de ter um relacionamento saudável com a comida é reconhecer que o prazer e a experiência são elementos importantes da alimentação. 

Mas que comer pode e deve ser mais do que apenas abastecer o corpo por motivos mecânicos.

A fome não é algo que você deva tentar controlar ou suprimir. Lembre-se de que o combustível adequado é essencial para funcionar e se sentir bem, por isso, se estiver com fome, coma e nunca se sinta culpado por isso!

A consciência da fome versus vontade de comer pode ajudá-lo a restaurar esses sinais e alimentar seu corpo quando ele precisa comer. 

Portanto, quando se trata de alimentação, fome e vontade de comer são temas distintos. Espero que tenha gostado do artigo e, para mais dicas e informações sobre vida saudável, siga meu canal no Youtube.

Deixe uma resposta