Como manter a saúde intestinal de forma natural?

Como manter a saúde intestinal de forma natural?

A saúde intestinal é um dos principais parâmetros para compreendemos nossa saúde geral. Se a primeira não está bem, é provável que a segunda também não esteja.

A saúde intestinal se refere à flora intestinal que vive no trato digestivo. Você também pode ter ouvido essa referência por vários outros tipos de nomes, como “microbioma intestinal” ou microorganismos do trato digestivo. 

Esses microorganismos incluem mais de 100 trilhões de tipos diferentes de vírus, bactérias e leveduras, e manter a flora intestinal em homeostase é crucial.

Algumas dessas bactérias, vírus e leveduras são essenciais para nossa vida diária, algumas são benéficas e algumas são prejudiciais, portanto, é fundamental manter o intestino saudável. 

Para entender como fazer isso, preparei o artigo a seguir com algumas informações que podem ser bastante úteis para você. Vamos conferir?

Como ter um intestino saudável?

Existem algumas mudanças no estilo de vida que você pode fazer para trabalhar no sentido de obter um intestino mais saudável.

Uma das que recomendo é manter o “fogo intestinal” acesso. E a forma mais indicada para isso é com a água morna com limão logo cedo, ainda em jejum.

Os benefícios do limão para a saúde vão além das vitaminas e minerais. O suco de limão tem propriedades antibacterianas e antivirais e pode ajudar na saúde digestiva. 

O suco de limão ajuda a eliminar materiais indesejados. Ele estimula o fígado a produzir bile, que é um ácido necessário para a digestão. 

Isso é importante quando você considera que um estudo mostrou que mais de 30% dos homens e mulheres com mais de 60 anos tinham gastrite atrófica, uma condição marcada por pouco ou nenhum ácido estomacal.

Beber água morna com limão é bom para você porque pode ajudar a manter o sistema digestivo em movimento pela manhã, sem sobrecarregá-lo. 

Além disso, a digestão eficiente reduz a azia e a prisão de ventre, de modo que você não precisa se preocupar com o ácido do limão que pode causar azia.

Leia também::: Estilo de vida: a medicina sem medicamentos que é a porta da longevidade

Um excelente alimento natural

Em primeiro lugar, os limões também são ricos em pectina, um tipo de fibra que atua como alimento para as bactérias insetos intestinais, promovendo o equilíbrio e o seu crescimento saudável. 

Além disso, muitos estudos mostraram que certas fibras como as dos limões estimulam o crescimento de probióticos benéficos no microbioma, como as bifidobactérias.

Por exemplo, essa fusão de vitamina C, fitonutrientes e fibra prebiótica em alimentos integrais também se presta a promover um efeito de limpeza, especialmente quando bebido logo de manhã com o estômago vazio.

Outras formas de manter a saúde intestinal

Tome um probiótico ou prebiótico diariamente. Um prebiótico promove o crescimento de bactérias “boas” no intestino, enquanto um probiótico é a própria bactéria “boa”. 

Elimine ou corte severamente em alimentos processados ​​e com alto teor de açúcar, bem como em fast food. Livrar-se desses alimentos melhorará exponencialmente a saúde intestinal. 

Além disso, adicionar o máximo possível de alimentos vegetais à dieta também ajudará.

Dormir o suficiente também é essencial. Um adulto saudável deve dormir entre sete e oito horas todas as noites. 

Manter-se hidratado e beber muita água também é importante. Beber bastante água pode ajudar na mucosa do intestino, o que promove um intestino saudável.

E por fim, não tome antibióticos desnecessariamente ou a menos que seja necessário. Obviamente, você deve tomar antibióticos para combater uma infecção bacteriana quando seu médico os prescrever. 

Mas tomar antibióticos desnecessariamente pode danificar a flora intestinal, às vezes até seis meses após o uso.

Leia também::: Você sabe o que são disruptores endócrinos?

Cuide de você!

Segundo a medicina Ayurveda, a chave para uma boa saúde — e boa saúde intestinal, começa com a digestão. 

Uma boa saúde é um reflexo de nossa capacidade de digerir qualquer coisa — seja nutricional, emocional ou sensorial.

Além disso, existem dois termos-chave relacionados à digestão: Agni, ou fogo digestivo, que nos ajuda a digerir tudo o que ingerimos. E Ama, ou acúmulo tóxico, que pode criar doenças no sistema.

Por isso, procure manter uma alimentação mais natural possível e evite os chamados disruptores endócrinos.

Dessa forma, você manterá a saúde intestinal em dia e, consequentemente, do seu corpo. Espero que tenha gostado do artigo e já lhe convido a conhecer meu curso “A Cura Sem Medicamentos”.

Para saber mais, clique no botão abaixo e faça sua inscrição!

Deixe uma resposta