You are currently viewing Você sabe o que são disruptores endócrinos?

Você sabe o que são disruptores endócrinos?

Você já ouvir falar em disruptores endócrinos? Eles afetam o equilíbrio hormonal em nosso corpo.

Para entender sobre ele, antes vou explicar um pouquinho como funciona nosso corpo. O nosso sangue é um meio de transporte. Praticamente nada age dentro do sangue — tudo age dentro das células.

Como exemplo, imagine que você está na sua casa e pega seu carro para ir ao trabalho ou outro lugar. O sangue é esse meio de transporte.

Os hormônios são produzidos nas glândulas e são liberados no sangue para serem transportados até as células, onde farão efeito.

Quando temos uma intoxicação, ela gera uma disrupção endócrina. 

Alguns agentes entopem os receptores hormonais na superfície da célula, e os hormônios não conseguem fazer efeito.

Como eles agem no nosso corpo

Sabe quando você não está bem de saúde, mas seus exames de sangue estão normais? Isso é bastante comum, infelizmente. 

Ou seja, sua produção hormonal está bem, seu sangue é um bom meio de transporte, mas suas células estão entupidas por conta desses disruptores endócrinos.

Quando isso ocorre, os hormônios não conseguem fazer efeito. Isso causa sintomas de deficiência hormonal por falta de disponibilidade de hormônios para as células.

Os disruptores endócrinos estão em nossa vida. Alguns exemplos são o Bisfenol A, ou BPA, presente em recipientes de plástico. Quando esses recipientes são expostos a altas ou baixas temperaturas, ele libera esse BPA.

Portanto, manter os alimentos em recipientes de plástico no congelador promove a liberação do bisfenol A. E quando ingerimos esse alimento contaminado, teremos a disrupção endócrina.

Colocar os alimentos no microondas nesses recipientes de plástico também faz essa liberação do bisfenol A.

Outros causadores

Outro fator é que não existe só o bisfenol A, há outros tipos também. O plástico não libera apenas o bisfenol, não adianta o recipiente de plástico ser próprio para o microondas e ser livre do bisfenol A, porque há outros bisfenóis que também causam a disrupção endócrina.

Além disso, muitos agrotóxicos causam a disrupção. Um exemplo é a atrazina, que é o mais comum e que tem maior presença nas frutas e vegetais. 

A atrazina é um dos mais maléficos para a saúde. Ela também causa a disrupção endócrina.

Podemos citar ainda os metais pesados, como o chumbo, o mercúrio, o alumínio. Então, temos que ter muito cuidado. 

A ingestão de peixes grandes é um problema, já que a maioria tem intoxicação por metais pesados.

Sabe aquela frase que somos o que comemos? Na verdade, somos o que se come-come. Ou seja, o que o peixe que você come comeu, entrará também no seu organismo.

O chumbo também está presente em algumas maquiagens, principalmente nos batons. A função do chumbo é aumentar a durabilidade do batom e como estamos ali passando a língua nos lábios, acabamos consumindo esse chumbo.

O alumínio do desodorante é outro disruptor endócrino. Além de entupir os poros de transpiração, ele entope também a drenagem linfática da mama. Isso aumenta o risco de deixar mais células cancerígenas nessa região e favorece o câncer de mama.

Leia também::: Como dormir melhor sem uso de medicamentos

Sintomas de deficiência hormonal

O desodorante com chumbo também evita a utilização dos hormônios ao nível celular e ainda ocorre os sintomas de insuficiência hormonal, como:

  • fadiga
  • cansaço
  • indisposição
  • alteração de memória
  • alteração de concentração
  • falta de apetite
  • ansiedade
  • tristeza
  • depressão
  • irritabilidade
  • entre outros.

Os disruptores endócrinos também são responsáveis pelos aumentos das doenças neurodegenerativas. Por exemplo, eles se fixam em nosso sistema nervoso central, que age como uma esponja, absorvendo muito o que comemos e também o que colocamos para dentro em forma de intoxicantes.

Se livre dos disruptores endócrinos

Os disruptores endócrinos são muito prejudiciais para a saúde, pois eles dão um falso sinal. Os exames dizem que está tudo bem com o sangue, mas na verdade não está.

Vemos muitas pessoas indo ao médico, com os exames todos normais. Mas com sintomas totalmente diferentes da normalidade com a saúde.

Isso é preocupante, já que cada vez mais estamos expostos a esses tipos de agentes maléficos com disruptores endócrinos.

Por isso devemos ter uma consciência cada vez maior, de evitar ingerir alimentos que não sejam orgânicos. 

Por exemplo, uma dica para reduzir a atrazina dos alimentos é usar o lugol, que é o iodo. Colocamos 5ml em um litro de água, e deixamos o alimento ali por uma hora. Isso ajuda a eliminar um pouco a atrazina.

Claro que não é só a atrazina que é usada como agrotóxico, mas se pudermos fazer isso já ajuda.

Assista também::: O que são disruptores endócrinos?

Limpe seu organismo

Então, espero que tenha compreendido que os disruptores endócrinos evitam que nosso corpo absorva os hormônios. 

Então devemos estar sempre procurando desintoxicar, limpar nosso corpo e tirar aquilo que não presta.

Além disso, nosso corpo está cada vez mais aditivado por produtos químicos que não pertencem ao nosso organismo e nosso corpo não sabe o que fazer. 

É por isso que cada vez mais as doenças estão mais frequentes. Por isso que as doenças autoimunes, as doenças genéticas que antes não existiam, se tornam cada vez mais comum. 

Portanto, espero que tenha compreendido o que são os disruptores endócrinos e como eles causam mal ao nosso corpo. 

Mas como disse, entre os disruptores endócrinos estão os metais pesados. Sobre essa ameaça silenciosa, tenho um e-book que preparei com carinho sobre o tema. Para baixá-lo, é só clicar no botão abaixo!

Deixe uma resposta