You are currently viewing Quais são os riscos da automedicação?

Quais são os riscos da automedicação?

Os riscos da automedicação não são plenamente conhecidos por todos. Infelizmente, alguns acham que, porque algum conhecido tomou um medicamento, podem fazer o mesmo, sem o receituário médico.

E isso é gravíssimo! Todo medicamento é uma droga, e como tal deve ser usada com muita cautela. Inclusive, dados do Conselho Federal de Medicina indicam que 77% dos brasileiros fazem o uso de medicamentos sem qualquer orientação médica. 

Para explicar todos os riscos da automedicação, preparei o artigo que compartilho com vocês abaixo. Sigam a leitura e tirem suas dúvidas!

Risco de morte!

De acordo com informações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), 18% das mortes por envenenamento no Brasil podem ser atribuídas à automedicação.

Além disso, 23% dos casos de intoxicação infantil estão ligados a ingestão acidental de medicamentos armazenados em casa de forma incorreta.

E infelizmente, durante a pandemia os casos de automedicação aumentaram ainda mais. Seja em virtude de fake news que circularam pela internet, ou então pelo medo de sair de casa em busca de um tratamento adequado.

Como solução para problemas de saúde, muitos usaram a automedicação, seguindo indicação de amigos ou mesmo aquilo que viram nas redes sociais. E isso é muito grave.

Riscos da automedicação

A automedicação é a prática de um indivíduo usar medicamentos ou substâncias disponíveis para  tratar sintomas ou condições autodiagnosticadas. 

Em geral, a prática da automedicação se aplica a qualquer doença ou condição que uma pessoa possa tratar sem a ajuda de um profissional de saúde. Isso inclui pequenas lesões ou doenças, como o resfriado comum.

Infelizmente, muitas pessoas que vivem de condições de saúde mais graves, principalmente  de saúde mental, recorrem à automedicação como alternativa à procura de cuidados adequados. 

Os riscos potenciais de automedicação de condições de saúde graves incluem autodiagnóstico incorreto, aumento do risco de interações medicamentosas ou de suplementos, escolha incorreta de terapia e risco de  dependência e abuso.

Leia também::: Como evitar o uso crônico de medicamentos?

Quais problemas pode causar?

A automedicação pode ser perigosa e levar a várias complicações e problemas de saúde. Os riscos potenciais da automedicação incluem autodiagnóstico incorreto e tomar a medicação errada. 

Ou seja, em alguns casos, interações medicamentosas perigosas podem ocorrer devido à dosagem incorreta ou uso indevido de medicamentos. 

Para minimizar os riscos potenciais, sempre procure um profissional médico para fornecer um diagnóstico preciso e prescrever medicamentos.

Uso indevido de substâncias

Quando você toma um medicamento sem consultar um médico ou profissional de saúde, pode escolher o medicamento errado. Além disso, a automedicação aumenta o risco de tomar uma dose incorreta ou usar medicamentos por mais tempo do que o necessário.

Dependência de substância

Se você tomar uma substância por um período prolongado, seu corpo pode se tornar dependente e precisar dessa substância para continuar funcionando corretamente.

Mascarar uma condição médica

Embora você possa pensar que tomar medicamentos para aliviar os sintomas é benéfico, muitas vezes pode mascarar os sintomas de uma condição médica subjacente. 

Se você não procurar orientação médica adequada, uma condição médica subjacente pode piorar e se tornar perigosa com o tempo.

Interações medicamentosas

Quando você toma vários medicamentos ou combina medicamentos com álcool ou uso de substâncias, aumenta o risco de uma interação medicamentosa negativa. 

Mas quando os médicos prescrevem medicamentos, eles podem garantir que esse medicamento reagirá com segurança com quaisquer outros medicamentos que você toma regularmente.

Complicações médicas

O uso indevido ou excessivo de medicamentos pode aumentar o risco de complicações médicas graves. Tomar muita medicação ou uma medicação incorreta pode causar sintomas prejudiciais, incluindo náuseas, convulsões e até a morte.

Leia também::: Qual a função da glândula pineal no contexto da saúde metabólica?

Cuide de você

Portanto, jamais se automedique. Os riscos, como apresentei acima, são terríveis para o seu corpo e pode comprometer seriamente sua saúde.

Caso sinta qualquer alteração em sua saúde, busque ajuda médica. O profissional de saúde é o mais indicado para determinar o que realmente você e então indicar o melhor tratamento, que nem sempre precisa ser medicamentoso.

Por fim, espero que tenham compreendido os riscos da automedicação e, para detalhar ainda mais o tema, confira o vídeo que preparei para meu canal do Youtube. É só dar o play abaixo!