You are currently viewing Suplementação na gravidez: quais os principais nutrientes e vitaminas?

Suplementação na gravidez: quais os principais nutrientes e vitaminas?

A suplementação na gravidez é essencial para a formação de um bebê saudável. Na realidade, desde que o casal decide pela gestação, é importante que os meses que antecedem a gestação sejam os mais saudáveis possíveis para o homem e a mulher.

Afinal, o bebê recebe material genético de 50% de cada um, logo, a suplementação nesse preparo é muito importante.

Ainda assim, precisamos considerar que é no útero materno que o bebê se desenvolve durante aproximadamente 9 meses. Por isso, existem suplementos que a mulher geralmente precisa usar para suprir as suas necessidades e também garantir que o bebê tenha os níveis ideais para a sua formação.

A seguir, listei alguns dos principais suplementos que são recomendáveis ao longo da gestação.

Probióticos, lactobacilos e bífido bactérias

Esses alimentos funcionais são muito bem-vindos para manter a integridade intestinal e a absorção adequada dos nutrientes advindos da alimentação, que vão passar diretamente ao bebê.

É importante alternar os tipos de probióticos consumidos, no mínimo, de 3 em 3 meses. Isso porque, da mesma maneira como existe disbiose intestinal por falta de lactobacilos, também existe por excesso. Então, é preciso equilibrar.

Vitamina D

A vitamina D é essencial para evitar todos os tipos de doenças autoimunes e genéticas no bebê. A mãe deve se preocupar em manter os níveis ótimos de vitamina D durante toda a gestação. Além do organismo demandar por estar consumindo mais energia, o bebê acaba absorvendo grande parte desse hormônio.

É muito importante que a vitamina D seja suplementada junto com o magnésio e a vitamina A para que aconteça a correta absorção dessas 3 vitaminas de forma que mãe e bebê aproveitem todos os seus benefícios.

Ômega 3

O DHA é a parte do ômega 3 mais importante para a formação do sistema nervoso central do bebê, o que impacta de forma direta o bom funcionamento do cérebro.

Vitamina B12 e ácido fólico

Essas vitaminas precisam ser suplementadas de forma ativa, como a metilcobalamina e o metiltetrahidrofolato. Isso porque a industrialização tem gerado polimorfismos em nosso sangue que alteram a conversão dessas vitaminas nas formas ativas.

A falta desses nutrientes pode gerar alguns transtornos médicos que tem se tornado cada vez mais comuns, como o autismo e outras doenças.

Suplementar na forma ativa é importante para o ciclo da metilação do DNA da célula, ou seja, a correção desse DNA que esteja lesionado.

Outros suplementos

Além disso, a gestante também deve suplementar nutrientes como:

  • Ferro;
  • Zinco;
  • Selênio;
  • Magnésio;
  • Vitaminas do complexo B;
  • Vitaminas do complexo E.

A suplementação na gravidez deve ser individualizada e conduzida por uma equipe multidisciplinar, envolvendo médico e nutricionista. Quem está se preparando para engravidar deve também suplementar.

Espero ter explicado sobre a importância da suplementação na gravidez. Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube: